Revisão: Volume 8 - História Medieval

Revisão: Volume 8 - História Medieval


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Oferecendo uma nova interpretação das estruturas de poder e padrões políticos no final da Inglaterra anglo-saxônica, este livro enfoca a família do ealdorman Leofwine, que obteve o poder na Mércia e o manteve durante um período extraordinário de convulsão política entre 994 e 1071. A casa de Leofwine sobreviveu a eventos como as guerras vikings, uma revolução no palácio em 1006-7 e outras rodadas de derramamento de sangue político durante o reinado de Æthelred "o despreparado". Manteve o poder através da conquista de Cnut em 1016, a explosiva política faccional do reinado de Eduardo, o Confessor, as batalhas de 1066 e até mesmo os primeiros anos do reinado de Guilherme, o Conquistador. Stephen Baxter examina por que essa família manteve o poder por tanto tempo e por que acabou caindo. Oferecendo o primeiro tratamento extenso da natureza e dos limites do poder dos condes, The Earls of Mercia é uma reavaliação da estrutura da posse da terra e da mecânica do mecenato real, e fornece uma nova perspectiva para explorar como as famílias nobres usavam o patrocínio religioso para fortalecer as estruturas de poder locais. Reconstruindo o senhorio pré-Conquista usando evidências de Domesday, é a primeira tentativa sustentada de explorar a relação entre a política local e nacional,

oferecendo uma nova interpretação importante de toda a estrutura do reino inglês inicial na véspera de seu desaparecimento.


Livro do professor de aulas de redação com base na história medieval

"Livros de barganha" são itens novos que apresentam pequenas manchas físicas devido ao transporte ou manuseio que não afetam o uso do item. Todos os livros de barganha são vendidos como estão e todas as vendas são finais (sem devoluções, trocas ou cancelamentos). Os livros de pechinchas permanecerão no carrinho de compras por até 12 horas e serão removidos se o pedido não for concluído. Pedidos que consistem em itens regulares e de pechincha podem ser comprados por cartão de crédito ou PayPal e são enviados juntos (com duas guias de remessa).

Este item é um arquivo de download digital e não é um produto impresso ou físico. Após a conclusão da compra, você receberá um e-mail com um link para fazer o download do arquivo e salvá-lo em seu dispositivo local. Observe que os e-books e outros downloads de mídia digital não podem ser devolvidos e todas as vendas são definitivas.

Descrição do Produto:

o componente de professor do curso de Aulas de Redação Baseada na História Medieval, este recurso contém informações de ensino, páginas do aluno em formato reduzido, jogos, questionários e chaves de resposta. Observe que isso também é vendido em um conjunto de alunos e professores.

Descrição do editor:

Cavaleiros, vikings, reis e homens famosos da Idade Média ganham vida à medida que os alunos aprendem a escrever com Estrutura e Estilo.

Dos anglo-saxões ao Renascimento, dos cavaleiros cavalheirescos a Genghis Khan, os alunos irão aprimorar seus conhecimentos da época medieval enquanto aprendem a escrever com Estrutura e Estilo.

Este Manual do Professor inclui a inserção das páginas do aluno, bem como dicas de ensino, exemplos de quadros brancos, jogos, testes de vocabulário e respostas.

Este livro foi elaborado para ser usado por um instrutor que já passou ou está visualizando o vídeo curso de Ensino de Redação: Estrutura e Estilo.

Também carregamos este Manual do Professor junto com o Livro do Aluno.

Este currículo de redação baseado em tema oferece um ano inteiro de instrução para alunos da 68ª série e é perfeito para alunos do ensino doméstico, cooperativas de ensino domiciliar, tutores e escolas híbridas.

Nota: O Pacote de Recursos do Aluno é um componente necessário deste curso. Este recurso suplementar está incluído em sua compra como um e-book para você baixar e imprimir.

Aulas com temas de história medieval, incluindo: Carlos Magno, os vikings, Genghis Khan, cavalaria, homens do Reinaissance e mais gradualmente ensinam todos os modelos IEW de estrutura e elementos de estilo. Quinta edição (nova para 2019).

Com base em tópicos específicos ou em eventos da história, esses conjuntos de lições de redação (os mesmos níveis de série do SSS) oferecem instrução abrangente, quase roteirizada. Todos os textos-fonte necessários foram desenvolvidos para pais e professores ocupados como você. Um veterano e aficionado do IEW, não poderia conceber nada mais completo do que o que é fornecido aqui. Cada lição oferece instruções abrangentes (quase totalmente escritas). Todos os textos-fonte necessários são fornecidos e podem ser reproduzidos por um dos pais / uma escola em casa ou um professor / uma sala de aula. O sucesso do brainstorming é garantido pela inclusão de exemplos de quadros-brancos. Tarefas claras (às vezes diferenciadas entre os níveis) junto com uma lista de verificação para ajudar o aluno na preparação e os pais na avaliação são reproduzíveis e projetadas para serem entregues ao aluno para trabalhar ao longo da semana. Com base em tópicos ou eventos específicos em vários segmentos da história, as aulas incluem exercícios de gramática, desenvolvimento de vocabulário, questionários e jogos para revisão e reforço - junto com as instruções de redação, é claro.

Em todas as aulas, os alunos são incentivados a refinar seu rascunho final, talvez até adicionando ilustrações. No final de cada curso o aluno terá uma coleção de portfólio pessoal de poemas, histórias, relatórios, ensaios e trabalhos de pesquisa. As aulas são ministradas no início de cada semana, permitindo que o resto da semana os alunos concluam a tarefa que eles devem ser capazes de fazer por conta própria. A preparação do professor é mínima. (Ouço um "Sim!" Enfático?)

Os cursos são direcionados a um aluno cada vez mais competente, com o pressuposto de que os alunos estão trabalhando nos cursos de acordo com os níveis de série sugeridos. Portanto, há uma complexidade crescente para as instruções, expectativas e atribuições. Conseqüentemente, os professores são incentivados a serem flexíveis com os planos. O escritor iniciante pode precisar gastar mais do que a semana sugerida em aulas difíceis ou omitir parte da gramática. Os alunos maduros podem se mover mais rapidamente para permitir tempo para redação de pesquisas adicionais e / ou redação de ensaios mais criativos.

Muitos desses cursos podem ser usados ​​igualmente bem dentro de uma escola domiciliar com vários alunos de diferentes idades e todos podem ser usados ​​em um ambiente de escola cooperativa / de apoio com grupos de alunos mais específicos de série. Presume-se que os pais / professores tenham concluído Estrutura da escrita de ensino e estilo de amplificação (TWSS), Seminário em DVD do IEW para pais e professores. Alunos que estão familiarizados com o método de escrita do IEW através do Estrutura e estilo para alunos (SSS) cursos (ou os mais antigos Escrita Intensiva do Aluno (SWI) seminários) provavelmente poderia começar com qualquer volume desta série, mas é altamente recomendável que os alunos concluam o US Vol. 1 antes de US Vol. 2

Para alguns cursos, cada aluno precisará do Caderno de Recursos do Aluno, que deve ser montado em uma pasta de três argolas de 1/2 "no primeiro dia de aula e inclui o seguinte: um gráfico de Técnicas Estilísticas IEW Modelos IEW de Minitesauro de Estrutura de ótimos verbos, adjetivos e advérbios decorações IEW com planilhas práticas, regras gramaticais com planilhas práticas, lista de palavras e frases de transição e outras apostilas. Este Caderno de Recursos do Aluno está disponível como um e-book gratuito (para download no site do IEW) ou em uma versão impressa com espiral (# 54172) que é uma compra separada.

Alguns cursos têm um Livro do Professor e um Livro do Aluno. Nesses cursos, a instrução para o professor é mais extensa e os dois livros são necessários, pois o curso é projetado para ser interativo entre o professor e o aluno. Outros cursos têm um único livro onde as instruções são escritas para os alunos. Os professores devem planejar a leitura das aulas com os alunos e ajudar conforme necessário, especialmente com delineamento e brainstorming. O professor precisará de acesso a uma copiadora (ou impressora) para folhetos dos alunos, um grande quadro branco e marcadores de apagar a seco. Um rolo de ingressos (disponível em lojas de materiais de escritório) é opcional, mas muito útil para encorajamento e motivação. Os alunos precisarão de um fichário de três argolas de 1/2 "com oito divisórias (para o pacote de recursos do aluno), um fichário de três argolas de 1" com cinco divisórias e acesso a um dicionário de sinônimos (a preferência é Localizador de sinônimo, mas você pode usar uma versão eletrônica.)


Conjunto de professor e aluno com aulas de redação com base na história medieval

"Livros de barganha" são itens novos que apresentam pequenas manchas físicas devido ao transporte ou manuseio que não afetam o uso do item. Todos os livros de barganha são vendidos como estão e todas as vendas são finais (sem devoluções, trocas ou cancelamentos). Os livros de pechinchas permanecerão no carrinho de compras por até 12 horas e serão removidos se o pedido não for concluído. Pedidos que consistem em itens regulares e de barganha podem ser comprados por cartão de crédito ou PayPal e são enviados juntos (com duas guias de remessa).

Este item é um arquivo de download digital e não é um produto impresso ou físico. Após a conclusão da compra, você receberá um e-mail com um link para fazer o download do arquivo e salvá-lo em seu dispositivo local. Observe que os e-books e outros downloads de mídia digital não podem ser devolvidos e todas as vendas são definitivas.

Descrição do Produto:

Lições com temas de história medieval, incluindo cavaleiros, vikings, Maomé, Carlos Magno, Batalha de Hastings, Rei Arthur, Genghis Khan e Homens do Reinaissance, entre outros, ensinam gradativamente todos os modelos IEW de estrutura e elementos de estilo. Cartões de vocabulário, questionários e jogos estão incluídos. 30 aulas, 5ª Ed. - composto por um conjunto professor / aluno com o livro do aluno também disponível separadamente.

Descrição do editor:

Cavaleiros, vikings, reis e homens famosos da Idade Média ganham vida à medida que os alunos aprendem a escrever com Estrutura e Estilo.

Dos anglo-saxões ao Renascimento, dos cavaleiros cavalheirescos a Genghis Khan, os alunos irão aprimorar seus conhecimentos da época medieval enquanto aprendem a escrever com Estrutura e Estilo.

Este currículo de redação baseado em tema oferece um ano inteiro de instrução para alunos da 6ª à 8ª séries e é perfeito para educadores em casa, cooperativas de educação domiciliar, tutores e escolas híbridas. Trabalhando em todas as Unidades 19 do IEW, os alunos aprendem a fazer anotações, recontar histórias narrativas, resumir referências, escrever a partir de imagens, compor ensaios e muito mais. Inclui cartões de vocabulário, sugestões de literatura e acesso a downloads úteis de PDF.

Este livro foi projetado para ser usado por um instrutor que já passou ou está visualizando oe Escrita de Ensino: Estrutura e Estilo curso de vídeo.

Nota: The Pacote de Recursos do Aluno é um componente necessário deste curso. Este recurso suplementar está incluído em sua compra como um e-book para você baixar e imprimir.

Aulas com temas de história medieval, incluindo: Carlos Magno, os vikings, Genghis Khan, cavalaria, homens do Reinaissance e mais gradualmente ensinam todos os modelos IEW de estrutura e elementos de estilo. Quinta edição (nova para 2019).

Com base em tópicos específicos ou em eventos da história, esses conjuntos de lições de redação (os mesmos níveis de série do SSS) oferecem instrução abrangente, quase roteirizada. Todos os textos-fonte necessários foram desenvolvidos para pais e professores ocupados como você. Um veterano e aficionado do IEW, não poderia conceber nada mais completo do que o que é fornecido aqui. Cada lição oferece instruções abrangentes (quase totalmente escritas). Todos os textos-fonte necessários são fornecidos e podem ser reproduzidos por um dos pais / uma escola em casa ou um professor / uma sala de aula. Um brainstorming bem-sucedido é garantido pela inclusão de exemplos de quadros-brancos. Tarefas claras (às vezes diferenciadas entre os níveis) junto com uma lista de verificação para ajudar o aluno na preparação e os pais na avaliação são reproduzíveis e projetadas para serem entregues ao aluno para trabalhar ao longo da semana. Com base em tópicos ou eventos específicos em vários segmentos da história, as aulas incluem exercícios de gramática, desenvolvimento de vocabulário, questionários e jogos para revisão e reforço - junto com as instruções de redação, é claro.

Em todas as aulas, os alunos são incentivados a refinar seu rascunho final, talvez até adicionando ilustrações. No final de cada curso o aluno terá uma coleção de portfólio pessoal de poemas, histórias, relatórios, ensaios e trabalhos de pesquisa. As aulas são ministradas no início de cada semana, permitindo que o resto da semana os alunos concluam a tarefa que eles devem ser capazes de fazer por conta própria. A preparação do professor é mínima. (Ouço um "Sim!" Enfático?)

Os cursos são direcionados a um aluno cada vez mais competente, com o pressuposto de que os alunos estão trabalhando nos cursos de acordo com os níveis de série sugeridos. Portanto, há uma complexidade crescente para as instruções, expectativas e atribuições. Conseqüentemente, os professores são incentivados a serem flexíveis com os planos. O escritor iniciante pode precisar gastar mais do que a semana sugerida em aulas difíceis ou omitir parte da gramática. Os alunos maduros podem se mover mais rapidamente para permitir tempo para redação de pesquisas adicionais e / ou redação de ensaios mais criativos.

Muitos desses cursos podem ser usados ​​igualmente bem em uma escola domiciliar com vários alunos de diferentes idades e todos podem ser usados ​​em um ambiente de escola cooperativa / de apoio com grupos de alunos mais específicos para cada série. Presume-se que os pais / professores tenham concluído Estrutura de escrita de ensino e estilo de amplificação (TWSS), Seminário em DVD do IEW para pais e professores. Alunos que estão familiarizados com o método de escrita do IEW através do Estrutura e estilo para alunos (SSS) cursos (ou os mais antigos Escrita Intensiva do Aluno (SWI) seminários) provavelmente poderia começar com qualquer volume desta série, mas é altamente recomendável que os alunos concluam o US Vol. 1 antes de US Vol. 2

Para alguns cursos, cada aluno precisará do Caderno de Recursos do Aluno, que deve ser montado em uma pasta de três argolas de 1/2 "no primeiro dia de aula e inclui o seguinte: um gráfico de Técnicas Estilísticas IEW Modelos IEW de Minitesauro de Estrutura de ótimos verbos, adjetivos e advérbios decorações IEW com planilhas práticas, regras gramaticais com planilhas práticas, lista de palavras e frases de transição e outras apostilas. Este Caderno de Recursos do Aluno está disponível como um e-book gratuito (para download no site do IEW) ou em uma versão impressa com espiral (# 54172) que é uma compra separada.

Alguns cursos têm um Livro do Professor e um Livro do Aluno. Nesses cursos, a instrução para o professor é mais extensa e os dois livros são necessários, pois o curso é projetado para ser interativo entre o professor e o aluno. Outros cursos têm um único livro onde as instruções são escritas para os alunos. Os professores devem planejar a leitura das aulas com os alunos e ajudar conforme necessário, especialmente com delineamento e brainstorming. O professor precisará de acesso a uma copiadora (ou impressora) para folhetos dos alunos, um grande quadro branco e marcadores de apagar a seco. Um rolo de ingressos (disponível em lojas de materiais de escritório) é opcional, mas muito útil para encorajamento e motivação. Os alunos precisarão de um fichário de três argolas de 1/2 "com oito divisórias (para o pacote de recursos do aluno), um fichário de três argolas de 1" com cinco divisórias e acesso a um dicionário de sinônimos (a preferência é Localizador de sinônimo, mas você pode usar uma versão eletrônica.)


1.8: Política Medieval

  • Christopher Brooks
  • Corpo docente em tempo integral (História) no Portland Community College

O sistema feudal floresceu na Alta Idade Média. Embora tivesse suas origens nos séculos após o colapso do Império Romano Ocidental, o sistema formal de vassalos que juravam lealdade aos reis em troca do serviço militar (ou, cada vez mais, em troca de pagamentos em dinheiro em vez do serviço militar) realmente surgiu idade nos séculos XI e XII. Os próprios senhores presidiam a um sistema social e político rigidamente hierárquico no qual a vocação do único era em grande parte determinada pelo nascimento, e a vocação da nobreza era claramente definida pela propriedade de terras e pela guerra.

Lordes - significando nobres proprietários de terras - viviam em & ldquomanores & rdquo, um termo que denotava não apenas suas casas reais, mas as terras que possuíam. Todos os camponeses em suas terras deviam aluguel, originalmente na forma de safras, mas eventualmente em dinheiro, bem como uma certa quantidade de trabalho a cada ano. Os camponeses foram subdivididos em diferentes categorias, incluindo os relativamente prósperos aldeões independentes e proprietários livres, que possuíam seus próprios lotes de terra, até os servos, camponeses semilivres ligados à terra, e então os aldeões, que eram os camponeses sem terra. pior ainda do que os servos. O sistema de propriedade da terra e os direitos tradicionais desfrutados não apenas por senhores, mas por servos e proprietários livres que viviam sob os senhores, é conhecido como "quomanorialismo", o sistema político e econômico rural da Alta Idade Média como um todo.

Um dos direitos tradicionais e um fator vital na vida dos camponeses eram os bens comuns: terras não oficialmente controladas por ninguém e que todas as pessoas tivessem o direito de usar. Os bens comuns forneciam lenha, pastagens e algumas armadilhas limitadas de pequenos animais, servindo coletivamente como uma rede de segurança vital para os camponeses que viviam à beira da subsistência. O acesso aos bens comuns não era sobre leis escritas, mas sim sobre os acordos tradicionais centenários que governavam as interações entre as diferentes classes sociais. Eventualmente, os camponeses veriam seu acesso aos bens comuns restringido por nobres proprietários de terras com a intenção de convertê-los em fazendas que gerassem dinheiro, mas durante o próprio período medieval, os camponeses continuaram a gozar do direito ao seu uso.

Os reinos da Europa até este ponto mal foram unificados. Em muitos casos, os reis eram simplesmente os nobres mais poderosos, homens que arrancavam juramentos de lealdade de seus súditos, mas cuja autoridade real se limitava a suas terras pessoais. Da mesma forma, os reis do início da Idade Média eram em grande parte itinerantes, mudando-se de um lugar para outro durante todo o ano. Eles tinham que fazer um circuito anual de seus reinos para garantir que seus vassalos poderosos permaneceriam leais a eles um vassalo ignorado por muito tempo poderia, e geralmente o fazia, simplesmente parar de reconhecer o senhorio de seu rei. Esses padrões começaram a mudar durante a Alta Idade Média, e os dois primeiros reinos a mostrar sinais reais de centralização foram a França e a Inglaterra.

Na França, uma série de reis chamados Filipe (I a IV) governou de 1060 a 1314, construindo um forte aparato administrativo completo com juízes reais que deviam diretamente à coroa. Os reis governaram a região em torno de Paris (chamada de & Icircle-de-France, significando a & quotislândia da França & quot), mas sua influência foi muito além, à medida que estendiam suas propriedades. Filipe IV até conseguiu tomar o controle quase total da Igreja francesa, desafiando a autoridade papal. Ele também se mostrou incrivelmente astuto na criação de novos impostos e no ataque e confisco de terras e propriedades de grupos como a comunidade judaica francesa e os Cavaleiros Templários, que ele saqueou (o ataque aos Cavaleiros Templários começou em 1307).

Na Inglaterra, a linha descendente de Guilherme, o Conquistador (após sua invasão em 1066) também foi eficaz na criação de um sistema político relativamente estável. Todas as terras eram legalmente do rei & rsquos, e seus nobres recebiam suas terras como & ldquofiefs & rdquo, essencialmente empréstimos da coroa que tinham de ser renovados para pagamentos em caso de morte de um proprietário de terras antes que pudesse ser herdada. Henrique II (r. 1154 & ndash 1189) criou um sistema de xerifes reais para fazer cumprir sua vontade, criou tribunais circulares que percorriam os casos de audiência de terra e criou um sistema de grande júri que permitia que as pessoas fossem julgadas por seus pares.

Em 1215, um rei muito menos competente chamado João assinou a Magna Carta (& ldquogreat charter & rdquo) com a nobreza inglesa, que reconheceu formalmente os privilégios feudais da nobreza, cidades e clero. O efeito importante da Carta Magna foi seu princípio: até o rei tinha que respeitar a lei. Depois disso, reis ingleses começaram a convocar o Parlamento, uma reunião da Igreja, nobres e plebeus abastados, a fim de obter autorização e dinheiro para suas guerras.


Uma jornada inspirada em Charlotte Mason através da história mundial!

A História do Mundo 2 orienta os alunos em uma viagem ao redor do mundo enquanto estudam história desde a queda de Roma até a Renascença.

No A História do Mundo 2, seu aluno irá:

  • Veja a mão de Deus guiando através da história
  • Estude os principais eventos da Idade Média e aprofunde-se em como a sociedade e a cultura se desenvolveram e mudaram
  • Estude a história da Igreja deste período
  • Estude civilizações medievais que abrangem todo o globo, incluindo os bizantinos, anglo-saxões, muçulmanos, chineses, japoneses, mongóis, mongóis, vikings, normandos, russos, Songhai e astecas
  • e muito mais!

Histórias emocionantes e interativas!

A História do Mundo 2 traz a história viva para os alunos de uma forma emocionante! Por meio de narrativa envolvente e conversacional, O'Dell interage com os alunos e os atrai para imaginar as aventuras, dificuldades, fracassos e triunfos dos eventos e civilizações incríveis que moldaram a história mundial da Idade Média.


História da Idade Média tardia

Etwa seit dem späten 14. Jahrhundert erscheint in der historiographischen und literarischen Überlieferung Frankreichs und Deutschlands ein neuer Heldentypus: Niederadlige der Gegenwart oder jüngsten Vergangenheit, die in biographischen Lebenszeugnissieri heróico zterni.

Dieses Buch zeigt, dass es dabei keineswegs um die Verklärung moribunder Ideale geht. Vielmehr schreiben sich diese Heldenbilder in kontrovers geführte Diskussionen um die Rolle des Adels in der sich wandelnden Gesellschaft des Spätmittelalters ein. Sie stehen für den Anspruch des Adels, mit dem Wandel auf militärischem und sozialem Feld Schritt zu halten, indem sie tradicional Legitimationsressourcen des Adels wie Rittertum, Fürstendienst und die adlige Familie Familie.

Rezensionen:
- Boris Gübele em: Historische Zeitschrift 2020 (311: 2), S. 474-476, https://doi.org/10.1515/hzhz-2020-1371.
- Mark Mersiowsky em: Damals, 28.6.2019, https://www.wissenschaft.de/rezensionen/buecher/verehrte-ritterhelden.
- Uwe Israel em: Francia Rezension 2019 (3), https://doi.org/10.11588/frrec.2019.3.66350.
- David S. Bachrach em German History 2019 (37: 4), S. 566–567, https://doi.org/10.1093/gerhis/ghz067.
- Arie van Steensel em: Virtus. Journal of Nobility Sudies 2019 (26), https://doi.org/10.21827/5e021089731e0.
- Gerhard Fouquet em: Zeitschrift für historische Forschung 2020 (47: 4), S. 688-690, https://doi.org/10.3790/zhf.47.4.663.

Este livro explora por que os reis da Etiópia buscaram contatos diplomáticos de longa distância com a Europa Latina no final da Idade Média. Ele traça a história de mais de uma dúzia de embaixadas enviadas ao Ocidente latino pelos reis da Etiópia Salomônica, um poderoso reino cristão no Chifre da África medieval. Baseando-se em fontes da Europa, Etiópia e Egito, ele examina as motivações dos reis etíopes para o envio de suas missões no século XV e no início do século XVI - e argumenta que o desejo de adquirir tesouros religiosos e artesãos estrangeiros impulsionou essa diplomacia intercontinental inicial. Além disso, a iniciação etíope de contatos com a distante esfera cristã da Europa Latina parece ter sido intimamente ligada a uma agenda política local de construção de arquitetura eclesiástica monumental nas montanhas do nordeste da África, e afirmou a reivindicação dos governantes etíopes de realeza universal e descendência legítima do rei bíblico Salomão. Lançando uma nova luz sobre a autoidentidade de uma dinastia africana do final da Idade Média no auge de seu poder, este livro desafia narrativas convencionais de encontros afro-europeus na véspera da chamada ‘Era da Exploração & # 39.

Front Matter do livro & quotMedieval Ethiopian Kingship, Craft, and Diplomacy with Latin Europe & quot, publicado por Palgrave Macmillan, março de 2021.


Uma olhada por dentro

Uma jornada inspirada em Charlotte Mason através da história mundial!

A História do Mundo 2 orienta os alunos em uma viagem ao redor do mundo enquanto estudam história desde a queda de Roma até a Renascença.

No A História do Mundo 2, seu aluno irá:

  • Veja a mão de Deus guiando através da história
  • Estude os principais eventos da Idade Média e aprofunde-se em como a sociedade e a cultura se desenvolveram e mudaram
  • Estude a história da Igreja deste período
  • Estude civilizações medievais que abrangem todo o globo, incluindo os bizantinos, anglo-saxões, muçulmanos, chineses, japoneses, mongóis, mongóis, vikings, normandos, russos, Songhai e astecas
  • e muito mais!

Histórias emocionantes e interativas!

A História do Mundo 2 traz a história viva para os alunos de uma forma emocionante! Por meio de narrativa envolvente e conversacional, O'Dell interage com os alunos e os atrai para imaginar as aventuras, dificuldades, fracassos e triunfos dos eventos e civilizações incríveis que moldaram a história mundial da Idade Média.


Resenha: Volume 8 - História Medieval - História

Os deveres de um bom cavaleiro

Esta entrada foi postada em 23 de junho de 2021 por Peter Konieczny.

E eu digo a você que a primeira e principal coisa é que eles devem manter o juramento que fizeram ao seu senhor a quem pertencem, e a quem juraram e prometeram fazer tudo o que ele mandar para a defesa de sua terra. , de acordo com o que determina a legislação.
Consulte Mais informação

Os mongóis na Europa Central: o perfil e o impacto de suas invasões no século XIII

Esta entrada foi postada em 9 de junho de 2021 por Peter Konieczny.

Uma das mudanças causadas pela pandemia de COVID-19 foi que muitas reuniões presenciais foram canceladas e substituídas por reuniões virtuais.
Consulte Mais informação

Palavra estúpida ou ação estúpida?

Esta entrada foi postada em 26 de maio de 2021 por Peter Konieczny.

Henry fica tão chateado que ordena que o cavaleiro seja executado imediatamente.
Consulte Mais informação

Clonmacnoise e sua torre medieval

Esta entrada foi postada em 12 de maio de 2021 por Peter Konieczny.

Uma olhada na torre medieval mais famosa da Irlanda, que pode ser encontrada em Clonmacnoise.
Consulte Mais informação


Departamento de História da Cultura Material, Idade Média e Início dos Tempos Modernos

Este artigo investiga a questão de saber se os testamentos e inventários de inventário poderiam ser autenticados e armazenados pelo Cracow vogt. Tal possibilidade é sugerida por uma série de registros vinculados exclusivamente aos trabalhos desta instituição e mantidos por sua própria chancelaria (ou pelo menos por um grupo especial de escriturários). A análise baseou-se em cerca de quinze manuscritos, incluindo registros do último quarto do século XV e do início do século XVI. Dos registros analisados ​​constava apenas um testamento, o que prova que o gabinete do vogt não estava autorizado a autenticar e armazenar os testamentos. O único caso registrado foi o testamento de Elena, esposa de Mikołaj Zeidehaffter, registrado no livro nº. 83 em 18 de dezembro de 1476, em circunstâncias bastante excepcionais. Como o testador estava morrendo, sua declaração de último testamento foi registrada tarde da noite por dois magistrados e o vice-vogt Jan Richman. Muito provavelmente, foi devido à sua presença no ato que o último testamento da Sra. Zeidehaffter foi firmado em acta advocatalia. Jan Richman, como testemunha de seu testamento, simplesmente o registrou mais tarde no registro vogt que mantinha. No período investigado, os inventários ocorreram na Cracóvia vogt registra-se de forma bastante irregular, na seção dedicada a assuntos gerais, chamada de processus na historiografia. Em cada um dos manuscritos, seu número varia de alguns (na década de 1470) a uma dúzia ou mais (no início do século XVI), o que é menos de 0,5% de todos os registros. Além disso, alguns inventários dizem respeito à propriedade de pessoas vivas. Todos eles compartilham um formulário comum, o que indica que o inventário foi feito para um determinado fim, apenas se um pedido tivesse sido feito ao escritório vogt, e que o documento foi registrado apenas se fosse relevante para um determinado procedimento realizado pelo escritório. A análise dos registros sobreviventes do final da Idade Média indica que o escritório de Cracóvia vogt não era responsável por armazenar e autenticar testamentos e inventários de inventário por meio de seu registro. Os registros desse tipo tinham finalidade diversa ou, como no caso do testamento único, resultavam de circunstâncias excepcionais.
Traduzido por Izabela Szymańska


O Milênio Medieval

Este livro inclui ensaios biográficos, cronologias, ensaios sobre sociedade e cultura e mapas. O estilo de Frankforter nunca é intrusivo e ele consegue reunir informações díspares sobre um tópico extenso sem perder o foco. Embora não seja tão chamativo quanto os livros acima, é extremamente útil para o aluno ou autodidata.


Assista o vídeo: Medieval Instrumental Music - Medieval Life